Reflexologia-Podal

A Reflexologia podal é uma componente da Medicina Tradicional Chinesa que pode auxiliar na prevenção e no tratamento de doenças, quando bem aplicada.

A Reflexologia tem uma longa tradição e uma história de 5000 anos. Alguns dos registos mais importantes vêm da China, Índia e Egipto.

Frase como “O sorriso vem dos pés” emergente da filosofia e tradição chinesa, descreve de forma simples a importância que os pés desempenham na saúde das pessoas.

Esta metodologia pressupõe a existência de áreas reflexas no pé que correspondem aos diversos órgãos do corpo, existindo no pé 68 pontos de acupunctura.

As vantagens e efeitos da Reflexologia podal são diversos:

— Estimulação da corrente sanguínea;

— Alívio da fadiga e fortalecimento do sistema imunológico;

— Tratamento de inflamações, dor e regeneração dos tecidos;

— Estimulação do fluxo de sangue e energia, assim como o equilíbrio funcional dos órgãos e vísceras;

— Potencia o efeito terapêutico e preserva a saúde.

Existe um provérbio chinês antigo que diz que “não vale a pena começar a escavar um poço quando estamos com sede”.

De facto, toda a medicina chinesa assenta sobre um aspecto preventivo da doença. Muito mais importante do que tratar, é harmonizar a “energia vital” que circula no organismo a fim de garantir o bom funcionamento dos diferentes órgãos.

A chave da saúde é reforçar o organismo afim deste poder manter-se saudável. Se pensarmos, que na China antiga, o médico apenas era pago, pelas famílias que estavam a seu cargo, apenas enquanto se encontravam saudáveis.

O fracasso dele obrigava-o a tratar as pessoas gratuitamente, alem de ser considerado incompetente. Desta forma era feito o ensino ao doente de algumas técnicas (que incluíam a massagem), para prevenir as patologias, adaptadas às necessidades de cada pessoa.

A sua prática regular, estimula as defesas do organismo e promovendo a saúde. Executado regularmente, ele estimula tão bem as defesas do seu corpo que pode expulsar a doença.

A maioria das patologias poderão beneficiar dos efeitos da reflexologia podal. Tomemos alguns exemplos:

Algias: independentemente da origem da dor, a Reflexologia podal consegue um alívio da mesma na grande maioria dos casos. Nas patologias agudas, a melhoria normalmente ocorre durante o tratamento ou nas horas seguintes. No caso da dor crónica o alívio decorre ao fim de várias sessões (habitualmente cerca de cinco sessões) e depende como é lógico da origem da dor.

Stress: a sensação de relaxamento ocorre normalmente ao fim de poucos minutos do início do tratamento e prolonga-se durante vários dias. Muitos sintomas psicossomáticos podem ser aliviados ou pelo menos atenuados. Essa sensação de Bem-Estar normalmente prolonga-se por vários dias.

Disfunções viscerais: obstipação, cistite, gastrite, dismenorreia, entre outros, são patologias com boas taxas de sucesso associado a mudanças de hábitos alimentares, exercício, entre outros.

Cuidados paliativos: a importância da Reflexologia podal não recai no tratamento do cancro, mas pode atenuar os seus efeitos indesejáveis, tal como a ansiedade, a debilidade física e imunitária, as alterações digestivas, entre outras.

Obstetrícia: a indução do trabalho de parto, bem como o alívio da dor e ansiedade estão descritos em vários estudos, sendo por exemplo utilizado em vários hospitais americanos.

A análise pela observação, cheiro e toque do pé, podem indiciar alguns problemas e desequilíbrios no organismo, e inclusivamente alguns podem ser contra-indicação para a aplicação deste método de massagem, tais como:

— A existência de problemas na pele, entre os quais micoses e fungos, feridas e cortes

— Fracturas ou entorses

— Toda e qualquer situação que ofereça dúvidas ao terapeuta

Existem algumas reacções comuns após o tratamento, a que se deverá atender:

— Crises de ” purificação “, devido à estimulação dos sistemas excretores (rim, pele, pulmões, intestino). Daí a importância de beber água morna ou quente após a massagem, para favorecer a eliminação das toxinas do organismo.

— Aumento dos movimentos peristálticos do tubo digestivo e intensificação de flatulência.

— Letargia, tonturas.

— Aumento da secreção nasal.

— Aumento do n.º de micções e de diurese.

— Urina com cheiro intenso e concentrada (eliminação de toxinas).

— Agravamento de patologias cutâneas.

— Melhoria da textura e cor da pele (melhoria da circulação).

Habitualmente o doente quer tratar uma patologia específica, contudo o tratamento que recebe é global, pois não se devem tratar as doenças mas sim as pessoas.

A Reflexologia podal pode e deve ser usada com outras terapias naturais, tal como a acupunctura, a fitoterapia, etc., tornando desta forma o processo de cura mais rápido e eficiente.

Tem dúvidas, ligue 915 355 050.

Contacte-nos e reserve já a sua massagem! Beneficie de 15% de desconto!

Deixar comentário